Editora

A Casa dos Espíritos não faz livros. Constrói ideias.

Sobretudo, nós acreditamos.

Acreditamos no nosso negócio como algo bem mais abrangente do que uma simples editora. Acreditamos na troca de pensamentos, no questionamento e na construção coletiva de uma nova realidade. Um amanhã feito hoje, de paz e de bem.

Acreditamos que aprendemos enquanto ensinamos e vice-versa. Uma evolução mútua, compartilhada, colaborativa. Acreditamos que somos todos um com o universo e estamos todos intrinsecamente conectados. De forma tão sutil e ao mesmo tempo intensa, indelével, que o simples ato de colher uma flor pode abalar uma estrela. Acreditamos na alma como essência do ser. Acreditamos na essência de um negócio, sobretudo feito com alma.

Nós acreditamos.

 

Mais de 1.5 milhões de livros vendidos. A maior prova de que estamos no caminho certo.

Quando começamos nossa caminhada em 1995, ninguém poderia imaginar os desafios que teríamos pela frente. Obstáculos fundamentais, que forjariam a essência do que a editora mais preza: respeito pelo leitor e cumplicidade com os ideais espíritas de Allan Kardec.

Sempre consciente da importância de ser uma divulgadora de pensamentos, a Editora aceita a responsabilidade e o compromisso de ir fundo no aperfeiçoamento de seus textos e no cuidado com o conteúdo de cada edição. Nossa visão abrangente do termo espiritualidade põe preconceitos em xeque, ultrapassa barreiras e aposta em valores como ética e fraternidade, não importando rótulos, crenças ou religiões.

Dedicamo-nos à qualidade de nossa publicações, com projetos gráficos ousados e modernos, que proporcionam melhor legibilidade e maior compreensão dos textos, criando uma identidade editorial própria, original e contemporânea. Investimos constantemente em atendimento, em pessoal qualificado e em processos de melhoria de nossos serviços. Tudo para fazer com que cada ponto de contato da editora com seus leitores e fornecedores seja fácil, simples e gratificante.

Por tudo isso somos muito otimistas. Porque da mesma forma que seria impossível prever que 20 anos depois chegaríamos a quase 1.5 milhões de exemplares vendidos, é impossível prever o amanhã. Então só nos resta confiar no futuro. Aceitar com humildade e coragem os desafios e surpresas que virão. Felizes por termos aprendido tanto com nosso passado e orgulhosos de nossas escolhas até aqui. Acreditando que é olhando pra frente que construiremos nosso futuro. É assim que construiremos nossos próximos 20 anos.